Como Importar Arquivos PDF para PostgreSQL

Como Importar Arquivos PDF para PostgreSQL

Dica para quem está estudando a tecnologia dos bancos de dados: Neste tutorial será abordado como incluir arquivos PDF em um Banco de Dados utilizando o SGBD (Sistema Gerenciador de Banco de Dados) PostgreSQL, que comprovadamente é um maduro e robusto software livre. No final desta matéria você encontrará acesso à um vasto material gratuito sobre o PostgreSQL.

Este tutorial é um Guest Post elaborado por Amarildo Rosa de Oliveira Junior, natural de Goiânia-GO. Tecnólogo em Geoprocessamento pelo IFG – Instituto Federal de Goiás (2014). Tem experiência em Cadastro Técnico Urbano e Rural, elaboração de mapas em gerais, Agricultura de Precisão. Já participou da Pesquisa Científica para TRANSPETRO (Transformação de Coordenadas – TPS) com professores renomados internacionalmente na área de Geotecnologias.

GESTÃO DE ARQUIVOS PDF NO POSTGRESQL

Desde já, recomendamos que consulte também o seguinte tutorial complementar a este conteúdo:

Para iniciar a importação do PDF para o PostgreSQL, abra o pgAdmim III e Acesse:

  • Banco de Dados → postgres → Esquemas → public

Perceba na imagem abaixo que ainda não temos Tabelas criadas.

Inserir Arquivo PDF em Banco de Dados – PostgreSQL

Para criar a tabela clique com o botão direito do mouse sobre Tabelas e acesse Nova Tabela….

Como Importar Arquivos PDF para PostgreSQL

Na janela Nova Tabela…, na aba Propriedades, determine o nome da Tabela (em minúsculo) e defina quem é o “Dono” da tabela.

Como Importar Arquivos PDF para o PostgreSQL

Na aba Colunas, adicione as colunas: id do tipo integer e não nulo (NOT NULL) e Arquivo do tipo oid (este detalhe é muito importante).

Como Importar Arquivos PDF

Para concluir a criação da tabela, acesse a aba Restrições e defina a coluna id como Chave Primária e clique em OK.

PDF para PostgreSQL

Perceba que a tabela que acabamos de criar (dados) já está inclusa na área de Tabelas mas ainda não foram inseridos os arquivos (*.pdf).

Para inseri-los acesse Executar consultas SQL arbitrárias (Query) clicando no ícone que tem uma página/folha onde está escrito SQL e um Lápis conforme mostra a figura abaixo.

Como Importar Arquivos PDF para o SGBD PostgreSQL

Na janela Query basta inserir o seguinte comando:

insert into NOME_TABELA values (1, lo_import(‘DIRETORIO DO ARQUIVO’));

Repare que no Painel de saída confirma que o arquivo foi inserido com sucesso.

Como Importar Arquivos PDF para o Software PostgreSQL

Para verificar como este arquivo é representado na tabela volte ao pgAdmin III selecione a Tabela dados e clique em Visualizar os dados no objeto selecionado e perceba que o arquivo é representado pelo número 40965.

Importando Arquivos de PDF para o PostgreSQL

E assim atingimos nosso objetivo. Qualquer dúvida ou correção entre em contato.

Outras dicas e tutoriais sobre banco de dados e PostgreSQL:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Consultor em Geotecnologias, graduado em Geoprocessamento. Instrutor de diversos cursos, presenciais e online, sobre Geotecnologias com Softwares Livres com ênfase em QGIS, gvSIG, PostgreSQL/PostGIS, MapServer e i3Geo.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Kyle Felipe Vieira Roberto disse:

    olá anderson, tentei fazer uma insersão aqui e apresentou o seguinte erro

    ERROR: syntax error at or near “1”
    LINE 1: insert into DOCUMENTOS_PROPRIEDADES (1, lo_import(‘Y:\3 – A …
    ^
    ********** Error **********

    ERROR: syntax error at or near “1”
    SQL state: 42601
    Character: 38

  2. Eder disse:

    Boa mesmo Anderson!
    Estou tentando a meses criar um sistema em delphi para quardar estes arquivos PDF’s e até o momento não consegui. Que pena que sua dica é em PostGreSQL. não conheco este banco de dados.
    Se você pudesse fazer uma dica de como gravar e ler em Mysql ou paradox agradeceria.

  3. Arthur disse:

    Não achei muito útil. Esse type é para guardar objetos grandes apenas. Qualquer objeto, não apenas PDFs. E só guardar. Não há nenhum outro benefício além da possibilidade de se fazer um backup único do banco e integrar tudo num lugar só. Mas além disso o benefício é zero. Muito mais interessante seria associar o sistema a um Alfresco que leria os PDFs e indexaria numa base, além de manter versões de cada alteração e possibilitar busca dentro do PDF usando vários métodos de text search…

  4. Olá Anderson, muito boa dica! Agora era interessante saber como (quais programas/ferramentas) puder visualizar/abrir o pdf.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *