Sopa de Letras Geográficas: Os Padrões OGC

Entre as postagens mais acessadas aqui do blog estão as duas que formam a série sobre os padrões OGC, onde explico o significado de siglas como WMS, WFS, WCS, KML, entre outras. Você pode ler as matérias clicando aqui (parte 1) e aqui (parte 2). Para complementar a leitura destas duas matérias recomendo que vocês leiam o artigo Sopa de Letras Geográfica nas páginas 13-18 da edição n° 1 da Revista FOSSGIS Brasil (http://fossgisbrasil.com.br/).

O artigo tem como objetivo clarificar um pouco o que são os WebServices, convencionais e geográficos, e explicar o significado dessas siglas para quem ainda está começando neste universo.

Você já baixou o PDF gratuito da revista? Para fazer o download clique no link abaixo:

Em junho teremos o lançamento da segunda edição da Revista. Deixem seus comentários sobre o que acharam do número de lançamento, pois suas observações podem ser publicadas na seção de nossos leitores.

Você também pode submeter artigos sobre uso de softwares livres para Geoprocessamento, enviando e-mail para revista@fossgisbrasil.com.br.

Siga o Projeto FOSSGIS Brasil no twitter (@fossgis) e fique sabendo de todas as novidades.

Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Consultor em Geotecnologias, graduado em Geoprocessamento. Instrutor de diversos cursos, presenciais e online, sobre Geotecnologias com Softwares Livres com ênfase em QGIS, gvSIG, PostgreSQL/PostGIS, MapServer e i3Geo.

Você pode gostar...

5 Resultados

  1. Pitter Paul disse:

    The website loading pace is incredible. It seems that you’re doing any distinctive trick. In addition, The contents are masterwork. you have performed a excellent activity on this topic!

  2. Valmir disse:

    Olá anderson,

    foi liberado o vídeo individual da plastra do Amyr Klink para o projeto Foco.
    Aproveito pra te convidar a fazer parte da nossa rede no twitter em @fococultura

    abs.

    Valmir

  1. […] Projeto FOCO – Parte 1: O TEMPO « Anderson Medeiros […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *