Uso do Spring para Monitoramento de Recursos Hídricos

Spring-WaterDica de artigo sobre uso prático do Spring: O entendimento da dinâmica e monitoramento do uso da terra possibilita uma melhor visualização dos problemas assim como acelera a tomada de decisão. Por esses motivos que atualmente a integração de dados de Sensoriamento Remoto em Sistemas de Informações Geográficas (SIG) está sendo cada vez mais desejável, sendo difícil de visualizá-los isoladamente.

USO DE SIG PARA ÁGUA DE UMA PROPRIEDADE RURAL

Uso do Spring para Monitoramento de Recursos HídricosA dinâmica e o uso das terras mudam constantemente modificando suas características químicas, físicas e biológicas , o que ocasiona uma serie de interações entre os ambientes. Monitorar, planejar e interpretar essas dinâmicas está sendo exigências dos órgãos governamentais e de pesquisa.

A otimização do uso do solo e da água, principalmente pela agricultura, é um fator primordial nos dias de hoje, devido ao crescimento populacional e consequente demanda global por alimentos.

O artigo publicado no XVI Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto por Cassiane Jrayj de Melo, Victoria Bariani, Reimar Carlesso, Paulo Pazdiora e Nelson Mario Victoria Bariani ilustra bem a utilização do Spring para este nicho de aplicação.

Utilização de SIG para avaliação e monitoramento da água em uma propriedade rural

Para a caracterização geomorfométricas foram utilizados dados de radar provenientes da missão SRTM. As imagens podem ser adquiridas gratuitamente pelo site da EMBRAPA. (Veja: Mapa índice TOPODATA)

As informações provenientes de Sensoriamento Remoto e de qualidade da água foram organizadas e analisadas no software Spring. Dentro do ambiente SIG foram inseridas informações de declividade e hipsometria do terreno, além das variáveis de qualidade da água (oxigênio dissolvido, condutividade elétrica) em nove pontos em uma lavoura de arroz irrigado.

Para a elaboração dos mapas foi utilizado o aplicativo Scarta, complemento do Spring. Foram geradas cartas de hipsometria, declividade, dinâmica do oxigênio dissolvido (OD) e da condutividade elétrica (CE).

Os mapas de OD e CE foram elaborados a partir da utilização do interpolador vizinho mais próximo. (Veja: Procedimentos Geoestatísticos com o Spring)

DOWNLOAD DE ARTIGO SOBRE USO DO SPRING

Faça o download da versão completa do artigo a partir do links a seguir:

O SIG criado possibilitou a visualização das características morfométricas de hipsometria e declividade que contribui para o entendimento da dinâmica da condutividade elétrica e do oxigênio dissolvido dentro de uma lavoura de arroz irrigado.

APRENDA MAIS SOBRE APLICAÇÕES DAS GEOTECNOLOGIAS

Foram selecionados alguns links com material instrutivo sobre assuntos relacionados com nosso tema aqui abordado:

Assine nosso FeedAssine nosso Feed e receba nossas atualizações por e-mail. Curta nossa página no Facebook [PortalClickGeo] e siga nosso Twitter [@ClickGeo] para continuar atualizado sobre o Mundo das Geotecnologias.

Consultor em Geotecnologias, graduado em Geoprocessamento. Instrutor de diversos cursos, presenciais e online, sobre Geotecnologias com Softwares Livres com ênfase em QGIS, gvSIG, PostgreSQL/PostGIS, MapServer e i3Geo.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *