Conversor Online KML/KMZ para Shapefile

Anderson Medeiros

Consultor em Geotecnologias, graduado em Geoprocessamento. Instrutor de diversos cursos, presenciais e online, sobre Geotecnologias com Softwares Livres com ênfase em QGIS, gvSIG, PostgreSQL/PostGIS, MapServer e i3Geo.

You may also like...

42 Responses

  1. Artur disse:

    Olá,
    Depois de converter o ficheiro kml para Shp, quando adiciono a camada vetorial ela é adicionada, mas não é visível. Não sei como fazer para visualizar a camada no QGis! (sou novo nisto)

  2. Paula Lopes disse:

    Só quero deixar meu agradecimento! O site sempre me ajuda. Parabéns pelo trabalho!

  3. Fernanda Cristina Dias Martins disse:

    Gostaria de saber como faço para transformar DWG ou Shape para KML, tenho que ter algum programa qual??

    • Fernanda, como vai?
      Você pode abrir o shapefile em um programa gratuito como o QGIS e usar a opção “Salvar como…” um KML.
      Abraço!

  4. pedro disse:

    queria saber porque nao consegui converter mais de um arquivo no Kml2shp?

  5. adrielle dias disse:

    Anderson Medeiros,obrigada por responde tão rápido minhas duvidas,valeu mesmo,to com um problema pra gerar um mapa no Quantumgis 1.0.2-KORE,não sei o que acontece acho que estou seguindo conforme uma aportilha que me passaram.e esse mapa é pra eu fazer a inserção de Car. socorra-me rsrsrs.abraço.*-*

    • Oi Adrielle,
      A primeira dica é você baixar e usar uma versão mais recente do QGIS. Por exemplo, baixe a versão 1.8. Essa que você está usando é uma muito antiga, com anos de atraso.
      Abraço!

  6. JOSE LUIZ MORAES DE OLIVEIRA disse:

    Google está alterando o padrão kml. Dependendo da aplicação de origem do kml () ao invés de exportar tags com coordenadas, agora são tags com endereços e só a api deles interpreta. Isso significa que estão produzindo dois tipos de arquivo kml: um no padrão OGC e outro no padrão próprio.

    Isso pode, também, explicar o problema da não conversão.

  7. Gustavo Silveira disse:

    Anderson, encontrei seu site e achei muito bom!

    Entrei no conversor do KML para shp, mas ele simplesmente só considera um ponto identificado.

    Todos os dados estão ok no kml. O que pode estar dando errado?

    Desde já agradeço a atenção.

    • Gustavo, não sei dizer com base nas informações que você deu. Indico que tente um software de SIG offline.
      Abraço!

  8. Emanuel Amorer disse:

    Esteve tentando usar a ferramenta para exportar estradas de terra de Sorocaba e região (SP) e o shape ficou perdido no espaço no momento de trabalhar com ele no ArcGIS. Sempre ele exportou as coordenadas com a coordenada Y negativa. Você sabe se é possível corregir esse erro?

    Parabéns pelo seu blog!

    • Emanuel, tudo bem?
      Agradeço por sua visita e comentário. Você pode usar as ferramentas do ArcCatalog do ArcGIS para mudar a projeção.
      Abraço!

  9. Luis Damásio disse:

    Ligiane, isso deve ao facto de ter de o KML ter demasiados vértices, ja tive exactamente o mesmo problema. O melhor é seguir o conselho do Anderson.

  10. Ligiane disse:

    Olá Anderson. Eu converti meus arquivos KML para shape (polígono) e todos os arquivos estão saindo com umas linhas infinitas. Você pode me ajudar?

    • Anderson Medeiros disse:

      Olá Ligiane, envie por email o dado (anderson@clickgeo.com.br). Tão logo eu tiver tempo, dou uma olhada.
      Você pode usar um programa de SIG, como o gvSIG para fazer essa exportação. Abraço!

      • Wagner Jales disse:

        Prezado,
        tive o mesmo problema e não consegui converter pelo gvSIG, você me indica outro??

  11. Luis Damásio disse:

    Já usei várias vezes esse conversor online e reparo que quando um kml/kmz tem muitos vértices a shapefile vem com erros e nos obriga a editar a shapefile.

    • Anderson Medeiros disse:

      Luis, é verdade esse conversor ainda tem lá suas limitações. Abraço!

  12. Anderson Mainetti disse:

    Oi, este tutorial vai salvar minha vida! Muito obrigado. So uma pergunta, o shp gerado pode alimentar o aim para gerar um terreno? Um grande abraço.

    • Olá Anderson, tudo bem?
      Agradeço pelo comentário. O que seria esse “aim” que você citou? Não entendi.
      Abraço!

      • Anderson Mainetti disse:

        Obrigado por responder.o aim seria o acronico de autodesk infrastructure modeler. Ja ouviu falar? ele permite criar um modelo 3D do terreno e distribuir os arruamentos, vias, lotes, etc.

        • Anderson, infelizmente não tenho conhecimento sobre essa ferramenta para poder te ajudar dessa vez. Um abraço!

          • anderson disse:

            Legal, cara. Sem problemas. Farei testes aqui para verificar isso. Seu blog é ótimo e obrigado por responder tão rapidamente aos comentários. A gente se fala eventualmente. abraço.

  13. Anderson obrigado pela dica! Você sabe se essa ferramenta consegue converter os atributos também?
    Abs,
    Sandro

    • Sandro, agradeço seu comentário.
      Nunca observei essa questão dos atributos, mas nada impede que façamos os devidos testes, não é? Abraço.

  14. Antonio Maria disse:

    I am often to writing a blog and i genuinely value your content. This post has really peaked my interest . I am going to save your site and keep checking for new info.

  15. Cialis deutschland disse:

    It’s obviously what I am looking for , very great information , cheer!

  16. Pedro disse:

    Consegui converter o arquivo e fazia bastante tempo que eu estava procurando essa solução.
    Muito obrigado!

  17. Ribas disse:

    Olá,
    Tem aí alguma sugestão para conversão de shape para kml???

  18. Marco Antonio Augusto de Andrade disse:

    O problema é o limite de upload… estou com um KML aqui de 80 MB.

    • É verdade, essa ainda é uma séria limitação. Neste caso, o jeito é usar um software de SIG para conversão.
      Obrigado por seu comentário, um Abraço!

  19. Johnie Lennihan disse:

    This is by far intriguing posts you’ve added. i disagree on some points however the majority of the sections you added I can understand where you were coming from.

  20. Alvaro Romano Henriques disse:

    A ferramenta é muito interessante e de grande utilidade, mas tenho algumas observações a fazer por a ferramenta ser online.

    – Após a conversão o que acontece com os dados de upload, por exemplo os KML na conversão KML2SHP ?
    (Estes dados são excluídos ou guardados em um banco de dados? Lembrando que as vezes trabalhamos com dados confidenciais).

    – Teria uma versão offline desta ferramenta?

    • Alvaro, bom ter você visitando o Blog.
      Realmente não vi no site explicação sobre o que é feito com os dados.
      Seus questionamentos são bem pertinentes. Há uma versão desktop do programa (http://zonums.com/kml2shp.html), mas como o próprio desenvolver avisa, precisa ser melhorada.
      Uma opção mais robusta serioa o gvSIG, que realiza a conversão de KML para shp. Além disso ele possui uma versão Portable (já escrevi sobre ele aqui no blog). Assim você pode carregar esse programa junto de seu pen drive.
      Um Abraço!

  21. Gustavo Xavier disse:

    … Simplesmente MUITA massa.

  1. [...] utilizar esta ferramenta visite este site onde está disponível um pequeno tutorial de como utilizar este conversor [...]

  2. [...] background-position: 50% 0px; background-color:#222222; background-repeat : no-repeat; } andersonmedeiros.wordpress.com (via @cipv) – Today, 10:34 [...]

  3. [...] Conheça e aprenda a utilizar um interessante conversor online de arquivos KML e KMZ (nativos do Google Earth) para o formato shapefile, que é um formato vetorial de dados geográficos suportado por diferentes softwares de SIG, livres e proprietários.  [...]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Curta: Portal ClickGeo